terça-feira, 4 de julho de 2017

30

30 anos. Muito tempo... muito tempo?? Nem tanto. As memórias dos tempos de criança ainda estão frescas e parece que foi ontem que eu estava na rua jogando mamonas nos meus amigos. Tive uma infância épica, regada a muita brincadeira na rua e muito cavaleiros do Zodiaco na tv. Enquanto pré adolescente me descobri instrumentista e usei esse periodo pra estudar musica por conta própria e ir para a escola nas horas vagas. Ao começar a trabalhar a ambição era pequena, tudo que queria era um playstation. Saudade de quando minha unica preocupação era se com meu salário conseguiria comprar o proximo video game. Se tornando adulto passei a ver o que realmente me norteou no cristianismo. O mandamento de respeitar pai e mãe. No meu caso só mãe, e que mãe. Guerreira, forte, brava e muito mas muito doce, muito Dulce. A medida que meus irmãos casaram e sairam de casa nos aproxima-mos. Curioso isso. Quanto mais longe mais proximos. E veio meu sobrinho, sou tio. Babão não mais, mas tio. E conheci minha esposa, e nem precisei procurar, ela foi meu presente de 10 anos atrás.
E hoje chego aos 30. Não peço nada além de poder curtir pro resto de minha vida o que Deus me proporcionou até agora. Familia, Musica e Amor.

Um comentário:

  1. Felicidades hoje e sempre meu amigo mais chegado que um irmão!

    ResponderExcluir