sexta-feira, 29 de julho de 2016

O império do conformismo

Sou um, apenas indivíduo ciente dos direitos e deveres. Apenas jovem para algumas coisas e velho para outras. Sou um único em meio a muitos que parecem não olhar ao redor. Olhar para ver o que acontece a nossa volta. A esperança nos deu as costas e nós nem notamos que a cada dia ela vai ficando mais longe, sumindo, sumindo, sumindo no horizonte. Horizonte para o qual não olhamos pois estamos de cabeça baixa lamentando a omissão de nossas atitudes. Atitudes que não tomamos pois achamos que sozinhos não conseguimos mudar nada. Nada, que é o que vai acontecer se continuarmos acomodados.

Apresento-lhes Thiago Cavalcante e sua exorbitante cultura

Nenhum homem está livre de si mesmo. Seu pensamento é o refúgio do fraco. Na falta de fôlego antes do mergulho nasce o poeta. O pensador. Como um qualquer, indica a desprezível inocência que nunca afugenta o egoísmo. Entre entranhas nascem múltiplas faces e o homem não passará disso... Uma incompreensível história com capítulos intermináveis e um final sem cheiro, sabor. Mas labor contra a esperança do "desideratum" de não saber da própria existência.
Poetas Amargos - Thiago Cavalcante

...

Reparei que muitas vezes termino meu textos com "..."
Tentando chegar a uma conclusão do porque disso, chegue a conclusão que nem sempre digo tudo que tenho a dizer por isso as "..." que me ajudam a não ser prolixo.
Não gosto de ser repetitivo, não gosto de deixar subentendido, aprecio a clareza do pensamento e o dialogo amplo e claro. Amo a nitidez da comunicação.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Ser simples

Num dia como qualquer outro me pego sentindo um tédio, uma nostalgia, uma aflição qualquer gerada em meio a mais um dia comum. Mais um dia onde a vida não me surpreendeu. Mais um dia onde acordei sendo eu e quando se dei por mim eu ainda era o mesmo de ontem. Talvez o que eu preciso é tentar ser outro eu. Um eu que consegue captar a vida de uma ótica mais simples, mais modesta, mais íntima. Eu reconheço que não tenho essa capacidade de percepção, e também reconheço que tudo que escrevi é inspirado numa flor.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Profundidade

Olhar...
Um olhar as vezes diz muito mais que muitas palavras. Há olhares que convidam e a olhares que afastam. Na teoria deveríamos conhecermos-nos pelo olhar, entretanto, vimemos tempos de cabeças baixas e olhar perdido ou olhar online.
Precisamos olhar e enxergar além da superfície. Não podemos mais ser rasos mas devemos buscar a profundidades das coisas.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Suzano SP ! A tocha olímpica está aqui !

Entretanto não existe um ginásio de esportes adequado.
O maior expoente do esporte da cidade não treina mais aqui a tempos.
Não somos mais conhecidos como a cidade do volei.
Não temos espaços destinados a pratica livre de esportes, com equipamentos e preparadores de atletas.
Sofremos por ter uma administração completamente não comprometida com a cidade.
Mas temos a tocha nos visitando... vamos todos festejar, festejar a estupidez humana, a estupidez de todas as nações, nosso país e sua corja...
Essas não são mais minhas palavras...
 

Inspiração para Pensar melhor !

http://serespapefico.blogspot.com.br/2016/07/os-por-ques-da-vida.html

Viver # Conviver

Ter amigos e saber reconhece-los como tal é uma tarefa digna de aplausos. Conviver é uma dura tarefa em meio a pessoas que a cada dia mais se preocupam mais e mais apenas em sub existir.
Eis ai uma questão fundamental. Basta viver? Ou devemos viver bem?
Conviver pra mim é tornar a existência dos nossos próximos mais amigável e digna. Honrar aqueles que nos proporcionaram chegar onde chegamos sem esquecer aqueles que colocaram pedras em nosso caminho. Não esquecer para não tropeçar sempre nos mesmos erros. Seguir adiante, por pior que seja o agora a chance de estar vivo nos possibilita buscar algo melhor. Existe um ditado rudimentar que diz que "nada é tão ruim que não possa piorar", mas prefiro acreditar que "ninguém é tão ruim que não possa melhorar"

Fe Sousa

2016 !

Da perspectiva mais otimista vivemos em meio a uma sociedade que não se preocupa muito com o próximo. Nesta mesma perspectiva podemos notar que o que mais chama a atenção de todos é a mediocridade. Atualmente a humanidade não nos trata como indivíduos mas sim como números. Uns nos contam como contribuintes, outros como vítimas, outros nos vêm como meros espectadores das vidas super relevantes de subcelebridades ! O que é ser celebre? Aparecer somente? Seja saindo de um reality show ou cometendo um atentado, algumas pessoas buscam a notoriedade a qualquer custo. Notoriedade para si ou para sua causa.
Será que ainda existe alguma causa que justifique a perda de vidas humanas?
Não sou de criar expectativas, e já faz tempo que minha esperança agoniza, mas quero acreditar que um dia a humanidade será capaz de pensar, ao menos pensar. Isso seria um bom começo, ou recomeço.

Fe Sousa